Google+ Psicologia Transpessoal Aplicada: 16/03/2015

Translate

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 MITOS SOBRE O REBIRTHING E A RESPIRAÇÃO CONSCIENTE

  • O Rebirthing pode ser realizado por qualquer pessoa, sem acompanhamento especial de um terapeuta, pois utiliza a respiração, que é um recurso com o qual todos nós estamos acostumados. 
Mito - O Rebirthing é a respiração realizada de maneira consciente e presente, com o olhar voltado para o nosso universo interior. No dia-a-dia, estamos voltados para o mundo externo, sentimos que os outros nos fazem bem ou mal, e que nos sentimos de tal maneira por causa de um evento externo. Na realidade, somos a relação entre o mundo interno e o mundo externo. Não somos uma “tábula-rasa”, que apenas reflete o exterior. Possuímos uma complexa rede de significados e intenções, que se localizam tanto em nós quanto no mundo externo, e por isso somos uma unidade com o universo. Quando respiramos de maneira consciente e acessamos esta rede de significados, temos a oportunidade de reviver experiências, e de ressignificar o negativo em positivo. Quando somos acompanhados, a tendência é que a cura seja mais fácil, pois podemos ser apoiados e ajudados a encarar algum aspecto desafiador que nossa memória possa estar nos trazendo naquele momento.

  • Uma sessão de Rebirthing costuma ser superficial e trazer poucos resultados, pois não utiliza a análise nem o discurso verbal, e por isso, a tendência é manter-se num estado de consciência superficial ou neutro ao autoconhecimento.
Mito -  Apesar de não haver nenhuma interação verbal entre o terapeuta e o respirante, as experiências podem ser muito profundas e significativas. Isso ocorre por não sermos uma “tábula-rasa”, e possuirmos em nós um vasto universo de imagens, memórias e fantasias, que são trazidas à consciência através da respiração consciente, e transformadas com a respiração intencional.

  • O Rebirthing utiliza um tipo específico e padronizado de respiração, o que nem sempre funciona para todas as pessoas.

Mito - O Rebirthing é um método libertador de padrões e de condicionamentos. O objetivo principal da Respiração Consciente é encontrar o modo próprio de estar-no-mundo, conectar o sentir, o pensar e o agir, e promover a autorrealização. Deste ponto de vista, a respiração de cada pessoa é única, e quando ela altera conscientemente o seu modo de respirar, também começa a modificar os seus padrões comportamentais e emocionais.Então, quanto mais livre ela se sentir, também respirará de um modo livre e sem bloqueios. O terapeuta, observando de fora, é capaz de ajudar o respirante a respirar de um modo mais solto e livre de amarras.
  • O Rebirthing é uma indução ou tipo de hipnose, para reviver o parto biológico, através de sugestões como “imagine um lugar tranquilo” , “você é um lindo bebê”, etc.
Mito - A Respiração Consciente não induz, nem utiliza afirmações sugestivas, em nenhum momento. Ele tem esse nome por lidar com questões humanas que encontram sua raízes no momento inicial da vida de uma pessoa, que é o parto biológico. A única instrução utilizada é a de respirar e de prestar atenção ao que ocorre conosco.

  • A Respiração Consciente ou Rebirthing não requer todo o trabalho de análise e interpretação que o método de uma psicoterapia verbal carrega consigo, e por isso, é limitada a experiências corporais.

Mito - O Rebirthing é também uma psicoterapia ou psicanálise muito eficiente e profunda. Ela não dispensa a presença de um terapeuta ou facilitador-terapeuta, pois o trabalho consiste de pelo menos, duas etapas básicas - 1) a respiração ou vivência, na qual ocorre a abertura e a transformação pessoal, e 2) o processamento cognitivo e afetivo da vivência, que é o tempo e o espaço necessário a cada indivíduo digerir e colocar em prática o aprendizado adquirido naquela sessão de Rebirthing. Os tipos de experiências que ocorrem numa sessão ultrapassam a nossa capacidade analítica e sintética de apreensão, e alcançam uma compreensão integrada e total do nosso ser.

  • Uma sessão de Rebirthing pode agravar os sintomas de ansiedade, desânimo, depressão, pânico e fobias.
Mito - As modernas pesquisas clínicas da consciência e a experiência de terapeutas com Rebirthing e a Respiração Consciente mostram justamente uma melhora, não temporária, mas definitiva desses sintomas. A vivência de respiração consciente traz uma conexão da mente com o corpo, que é semelhante aos processos que ocorrem durante o sono REM e os períodos do sono com sonhos, que é onde ocorrem reprocessamento neurológico de experiências do dia anterior.
  • O Rebirthing utiliza um modelo limitado ao trauma do nascimento biológico e, uma vez que, nem todas as pessoas têm questões relacionadas ao parto, isso pode representar limitações no tratamento .

Mito - O modelo utilizado no Rebirthing é expandido, e inclui todas as dimensões da experiência humana, desde o inconsciente individual, tal como a Psicanálise freudiana o compreende, passando pelo domínio perinatal ou do parto biológico, que é um campo intermediário entre o inconsciente individual e o inconsciente coletivo. Este ultimo domínio do inconsciente, de acordo com Carl Jung é onde encontramos as respostas para as questões e dramas pessoais, assim como a cura de inúmeras doenças e distúrbios psicossomáticos. O nascimento é uma grande referência em nossas vidas, pois é a chegada a este mundo, mas não temos recordação consciente deste momento.


  • A experiência do Rebirthing pode ser parecida com uma viagem de droga, e pode piorar quadros de vícios e dependência química.
Mito - Uma sessão de Rebirthing pode ser parecida com uma viagem de droga, mas, diferente de uma substância química, é um processo totalmente ativo e que requer envolvimento por inteiro de quem respira. Diferente de uma droga, que apresenta um efeito químico, o fluxo de experiências do Rebirthing depende da escolha de continuar respirando. Durante este processo, a consciência é alterada de maneira favorável e consegue acessar mecanismos de cura e de resolução de questões, trazendo uma percepção mais lúcida e realista do que o modo que muitas vezes vivemos no cotidiano. Uma vez que este trabalho de Respiração Consciente é realizado num ambiente que segue as normas de ética, onde se respeita a experiência pessoal do respirante, e não inclui julgamentos morais, ela promove uma expansão da consciência e equilíbrio emocional. 


  • A Respiração Consciente ou Rebirthing serve mais para a saúde física do que para a saúde mental.

Mito - Na medida que nos libertamos de condicionamentos e padrões de pensamentos e atitudes negativos, também somos capazes de cuidar melhor de nosso ser, e isso inclui cuidar bem do nosso corpo físico. Além disso, muitas doenças possuem origem psicossomática e são um reflexo das nossas emoções e reações condicionadas. Dentre elas, podemos citar a bronquite ou asma, alergias de pele, psoríase, fibromialgia e algumas disfunções sexuais, tais como a frigidez, impotência masculina e ejaculação precoce.